O Guia Definitivo do Marketing Médico pela WE Marketing Médico

Bom, eu tenho certeza que você não aprendeu sobre isso na faculdade e talvez esse assunto de marketing médico e marketing digital para médicos seja tudo muito novo pra você, mas pode ter certeza que ao final desse material você irá ter noções muito boas e também aprenderá estratégias e algumas técnicas de como aplicar ações de marketing médico no seu dia a dia de forma rápida e fácil.

Essa é a minha promessa pra você.

Então, fica comigo até o final e aproveite este conteúdo!

O que é Marketing Médico?

O marketing médico é uma área fundamental para o sucesso e a sustentabilidade de uma instituição médica, pois ajuda a atrair novos pacientes, aumentar a satisfação e fidelidade dos existentes e promover a reputação da instituição e do profissional no mercado. Além disso, o marketing médico é também importante para a carreira de um médico, pois permite que ele se promova e atraia novos pacientes para o seu consultório ou clínica, além de melhorar a sua reputação no mercado. 

Aqui na WE a gente entende que

Marketing Médico é o conjunto de técnicas e estratégias de Marketing, aplicados à área médica respeitando as determinação do CFM, Código de Publicidade Médica e Código de Ética Médica.

Em outros lugares a gente já viu outras definições como por exemplo:

Marketing Médico é toda e qualquer ação que você ou sua equipe realiza ao estruturar o atendimento e atender ao seu paciente. Inclui a etapa de captação, atendimento e pós atendimento.

Uma outra definição que a gente gosta bastante é que Marketing Médico é um conjunto de ações que ajudam a melhorar a percepção das pessoas sobre o seu trabalho, conquistar um maior volume de pacientes e, consequentemente, aumentar o faturamento.

E por últímo, ainda cabe dizer que o marketing médico é uma área que se concentra na promoção de serviços médicos e na comunicação com pacientes e profissionais da área da saúde. É uma parte importante da estratégia de negócios de um hospital, clínica ou consultório médico, pois ajuda a aumentar a visibilidade e a reputação da instituição, além de atrair novos pacientes e fidelizar os existentes.

Em conclusão, o marketing médico é uma área fundamental para o sucesso e a sustentabilidade de uma instituição médica e também para a carreira de um médico. Por meio de ações de promoção e relacionamento com os pacientes, é possível atrair novos pacientes, aumentar a satisfação e fidelidade dos existentes e promover a reputação da instituição no mercado. Além disso, o marketing médico permite que os médicos se promovam e atraiam novos pacientes para o seu consultório ou clínica, além de melhorar a sua reputação no mercado. Por isso, é importante investir em ações de marketing médico para garantir o sucesso e a sustentabilidade de uma instituição médica ou da carreira de um médico.

Bom, com estas definições deu pra ter uma ideia geral do que é Marketing Médico, não é mesmo? Agora que você já sabe o que é marketing médico é importante também entender a importância do marketing médico.

A importância do marketing médico (sem blá blá blá)

Não é porque a gente trabalha com marketing médico mas o nosso ponto de vista é que, se você é médico, fazer marketing é tão importante quanto atender pacientes ou participar de congressos, simpósios, fellows e outras formações. Afinal, não adianta muito você ser um excelente médico ou médica, com uma formação espetacular se ninguém souber disso.

Imagine só: você estudou durante 6 anos na faculdade, depois fez pelo menos mais 2 anos de residência (podendo chegar a 5 anos) para só então começar a atender no seu consultório como especialista. É provável que nesse tempo também tenha feito inúmeros plantões durante a semana, de madrugada e também aos finais de semana e feriados. Só nesta conta rápida já foram 11 anos e alguns milhares de reais! É natural que você queira ter retorno de todo este investimento de tempo, energia e dinheiro que fez até aqui da maneira mais rápida possível. Acontece que se as pessoas (outros médicos, médicas, profissionais da saúde e pacientes) não souberem da sua especialidade, ou se quer que você exista, este retorno será muito mais demorado. E é exatamente aí que o marketing médico pode te ajudar.

O marketing médico é fundamental para a carreira de um médico, pois permite que ele se promova e atraia novos pacientes para o seu consultório ou clínica. Além disso, o marketing médico também ajuda a melhorar a reputação do profissional e a fidelizar os pacientes existentes.

Qual a diferença entre Marketing Médico, Publicidade Médica e Propaganda Médica?

Marketing médico, publicidade médica e propaganda médica são termos que podem ser usados para se referir à promoção de serviços médicos, mas eles têm significados ligeiramente diferentes.

As vezes alguns médicos e médicas com quem a gente conversa têm essa dúvida: qual a diferença entre Marketing Médico, Publicidade Médica e Propaganda Médica. Bom, vamos lá que eu vou te explicar:

O que é Propaganda Médica?

Eu já começo dizendo tranquilamente que propaganda é uma das coisas que, em regra, você não deve fazer. Em geral, quando a gente fala de propaganda médica estamos falando de comunicação em massa como uma propaganda na televisão, rádio ou panfletagem.

Propaganda em si, normalmente tem um sentido e apelo muito mais comercial, coisas de que o médico deve ficar longe tanto por conta de determinações do CFM quando pelo próprio bom senso.

Vale a pena fazer Propaganda Médica?

Não, não vale. Acredite, você não quer ser visto com um médico ou médica que faz propaganda. Isto com certeza não irá te ajudar a construir autoridade e melhorar seu posicionamento na sociedade. Pelo contrário, a tendência de quem faz propaganda médica é atrair pacientes desqualificados e que normalmente só estarão interessados no preço. E convenhamos, não é isso que você quer, certo?

Mas Edson e se eu quiser fazer propaganda médica mesmo assim. Um colega meu fez e deu super certo pra ele!

Bom, aí só digo uma coisa: boa sorte! Talvez fazer propaganda médica seja parecido com o efeito sanfona nas dietas “perde peso rápido e depois ganha em dobro”.

O que é Publicidade Médica?

 

Quando a gente começa a falar de publicidade médica eu sinto que as coisas começam a melhorar. A gente sai daquela zona vermelha da propaganda médica e começa a ir pra uma zona mais cinzenta (menos pior). Tem uma definição bacana de publicidade que pode servir pra nortear essa conversa:

arte, ciência e técnica de tornar (algo ou alguém) conhecido nos seus melhores aspectos, para obter aceitação do público.

Se trouxermos esta definição para o nosso universo dá para dizer que publicidade médica é 

arte, ciência e técnica de tornar (um tratamento, procedimento, cirurgia ou um médico) conhecido nos seus melhores aspectos, para obter aceitação dos pacientes atuais e futuros.

A publicidade médica é uma forma de marketing médico que se concentra em anúncios em mídias tradicionais ou digitais, como jornais, revistas, redes sociais e sites de busca. O objetivo da publicidade médica é chamar a atenção do público e atrair novos pacientes para uma instituição médica.

Quais as principais diferenças entre Propaganda Médica e Publicidade Médica?

Como a gente já comentou acima a propaganda está mais ligada a algo comercial, já a publicidade pode ser comercial mas também pode ser informativa.

Vale a pena a investir em Publicidade Médica?

A resposta é talvez. Depende muito do direcionamento que vai ser dado. Se for publicidade com um tom mais comercial, não. Se for publicidade, direcionado para algo mais informativo, sim.

O que é Marketing Médico?

 

No comecinho deste artigo a gente falou sobre a definição de Marketing Médico mas vale reforça-la mais uma vez:

Marketing Médico é o conjunto de técnicas e estratégias de Marketing, aplicados à área médica respeitando as determinação do CFM, Código de Publicidade Médica e Código de Ética Médica.

É comum no meio dos Publicitários brincar dizendo que o marketing é o pai da publicidade e da propaganda. O principal motivo disso é que marketing médico é muito mais abrangente do que propaganda médica ou publicidade médica. Quando a gente fala de marketing médico estamos falando de todo o processo de “venda” e da relação entre o médico, clínica ou hospital com o paciente.

Qual o principal objetivo do Marketing Médico?

O principal objetivo do Marketing Médico é desenvolver ações para se chegar até o paciente ou futuro paciente, entender e satisfazer suas necessidades.

O marketing médico é uma área que se concentra na promoção de serviços médicos e na comunicação com pacientes e profissionais da área da saúde. Ele inclui ações de publicidade, relacionamento com os pacientes e outras formas de promoção, como participação em eventos e congressos da área da saúde. O objetivo do marketing médico é aumentar a visibilidade e a reputação de uma instituição médica e atrair novos pacientes.

Os 4 Ps do Marketing Médico

Se no marketing tradicional os 4 Ps são produto, preço, praça e promoção no marketing médico eles são:

  1. Produto (você médico ou médica, além dos serviços que você realiza como consultas, procedimentos ou cirurgias)
  2. Preço (quanto custa uma consulta, procedimento ou cirurgia)
  3. Praça (seu consultório, clínica ou mais recentemente a internet quando falamos de telemedicina)
  4. Promoção (onde e como você vai anunciar seus produtos)

Por onde começar a fazer marketing médico?

Aqui na WE a gente sempre diz que antes de você investir em marketing médico você precisa cuidar de 2 coisas primeiro:

  • Identidade Visual
  • Site

Identidade Visual

A identidade visual começa com a criação da sua logo e o grande objetivo da sua logo é te ajudar a se diferenciar dos seus colegas e passar uma primeira impressão para seus pacientes.

Talvez você você queira que a sua logo seja “séria” ou talvez mais “moderna” ou ainda pode ser que você queira algo mais “informal”. Tudo vai depender do seu gosto e também de como você quer se posicionar no mercado.

Além disso, a criação de logo para médicos é apenas o primeiro passo quando a gente fala de identidade visual. Isso porque com a logo feita você partir para várias outras coisas:

  • cartão de visitas
  • cartão virtual
  • assinatura de email
  • papel timbrado
  • pasta
  • comunicação visual na sua clínica
  • prontuário (seja ele impresso ou eletrônico)

Na parte digital a logo dá um grande direcionamento para todas as peças que serão trabalhadas, desde como será o seu site, os vídeos que você irá fazer, as publicações nas redes sociais e mais uma infinidade de coisas.

Então, resumindo: a criação de logo e identidade visual é o primeiro passo que você deve dar quando começar a pensar em investir em marketing médico.

Site

Poxa Edson, mas nós já estamos em 2023, será que eu ainda preciso de um site?

Bom, se você está lendo isso, provavelmente você está lendo no site aqui da WE Marketing Médico. E é bem possível inclusive que você tenha encontrado a gente pelo Google (que eu considero o maior indicador de pacientes para os médicos). Talvez seja possível que você tenha vindo de algum link nas redes sociais. Oras, o fato é que você está aqui e esse mesmo cenário poderia estar acontecendo com um paciente que te encontrou na internet.

Depois de criar sua logo e identidade visual o segundo passo que eu sugiro você dar na caminhada do marketing médico é criar seu site. Eu normalmente comento que seu site é seu porto seguro na internet e é muito fácil de entender o motivo:

Se você tem mais de 30 é bem provável que você lembre do Orkut? E se você não lembra o Orkut era uma das maiores redes sociais do mundo e foi, por muito tempo, a maior do Brasil! E o que aconteceu com ele? As pessoas saíram do Orkut e foram para o Facebook

Agora, é bem provável que você não use muito o Facebook hoje em dia (eu particularmente ainda uso bastante na parte de grupos e em alguns casos bem específicos a gente ainda recomenda em algumas estratégias aqui na WE). Eu já vi vários médicos e médicas com páginas muito grandes no Facebook (20 mil, 50 mil e mais de 100 mil curtidas). Mas adianta você ser popular em uma rede que ninguém mais usa?

Aqui na WE, já tem uns anos, a gente observa que o gráfico de crescimento do Facebook é invertido, ou seja, está na verdade diminuindo. Quando a gente acompanha as páginas de alguns médicos e médicas é possível observar que o número de curtidas vai caindo ao longo do tempo. E isso não quer dizer que as pessoas estão deixando de seguir aquele médico ou médica em específico. Elas estão simplesmente saindo do Facebook.

E as pessoas estão saindo do Facebook e indo pra onde?

Para o Instagram.

Nos últimos tempos o Instagram tem sido a melhor rede social para médicos. Em geral os que tem especialidades mais voltadas para a parte estética como Dermatologia e Cirurgia Plástica tem prosperado nessa rede.

Mas adivinha só, tem uma nova rede social que está crescendo monstruosamente: TikTok.

Será que as pessoas irão sair do Instagram e ir para o TikTok?

 

Se a gente fosse colocar isso na prática seria algo mais ou menos assim:

Orkut > Facebook > Instagram > TikTok > ?

Vai surgir alguma outra coisa nova, é fato e é só questão de tempo.

 

E nesse meio tempo todo o médico que já tem um site bem organizado e bem otimizado continuou tendo bons pacientes através da internet. Por sinal, se você parar para pensar, antes de serem aplicativos o Orkut, Facebook, Instagram, TikTok são sites. A internet foi construída em torno desse conceito e não existe nem se quer algum indicador que isso deva mudar.

Um conselho rápido sobre a criação de sites para médicos

Por favor, não tente fazer seu site você mesmo: você vai perder um precioso tempo (que poderia estar sendo usado atendendo pacientes) e pode ter certeza que um profissional ou empresa “que só faz sites o dia inteiro” (força de expressão, tudo bem?) vai fazer bem melhor do que você.

Se você for se aventurar a fazer um site é provável que você usará algum construtor de site, que são basicamente plataformas fáceis de se mexer e feitas para quem não sabe fazer site, fazer um site. Inclusive é muito provável que em algum momento você encontro o WIX, que hoje deve ser a plataforma de construção de site (para quem não sabe fazer site) mais popular que existe. A gente tem um artigo muito legal que fala exatamente sobre as vantagens e desvantagens de ter um site no WIX, e eu recomendo bastante você dar uma lida nesse conteúdo antes de seguir adiante com a criação do site.

Qual a diferença do Marketing Tradicional para o Marketing Médico?

O marketing tradicional é uma abordagem que se concentra em anúncios em mídias tradicionais, como jornais, revistas, rádio e televisão, para promover produtos ou serviços. Já o marketing médico é uma área que se concentra na promoção de serviços médicos e na comunicação com pacientes e profissionais da área da saúde.

Uma das principais diferenças entre o marketing tradicional e o marketing médico é o público-alvo. Enquanto o marketing tradicional busca atrair um público amplo, o marketing médico se concentra em um público específico, que são os pacientes e profissionais da área da saúde. Além disso, o marketing médico também inclui ações de relacionamento com os pacientes, como a criação de programas de fidelidade e ações de atendimento personalizado.

Outra diferença é o objetivo das ações de marketing. Enquanto o objetivo do marketing tradicional é vender produtos ou serviços, o objetivo do marketing médico é aumentar a visibilidade e a reputação de uma instituição médica e atrair novos pacientes. Além disso, o marketing médico também pode incluir ações de relacionamento com os pacientes para aumentar a satisfação e fidelidade à instituição.

A principal diferença do marketing tradicional para o Marketing Médico é que nesse segundo você não pode fazer nada que leve para o lado comercial, tudo precisa ter um perfil educativo e informativo.

E porque isso?

Porque é uma determinação do Código de Publicidade Médica, especificamente no artigo 8:

 

Art. 8º O médico pode, utilizando qualquer meio de divulgação leiga, prestar informações, dar entrevistas e publicar artigos versando sobre assuntos médicos de fins estritamente educativos.

Percebe no final do artigo a parte onde diz “de fins estritamente educativos”? Bom, esse é posicionamento que o médico tem de ter quando o assunto for Marketing Médico.

Mais adiante a gente vai falar de uma maneira mais direcionada sobre o que o médico pode e o que ele não pode fazer quando o assunto for Marketing Médico, especialmente de forma digital.

7 Vantagens do Marketing Médico

Investimento e a relação custo X benefício

Um das principais vantagens do Marketing Médico é a possibilidade de implementar estratégias que geram resultado sem um investimento muito alto, especialmente direcionando para a área digital.

Ter o melhor custo-benefício não quer dizer que seja barato. Quer dizer que seu investimento tem um melhor retorno e, como a gente já comentou antes, você consegue investir muito menos do que se comparado aos meios tradicionais.

Profissionalismo

Além disto o Marketing Médico ajuda trazer mais profissionalismo para sua clínica, consultório e hospital. E isso melhor a percepção que o paciente e outros colegas tem de você e do seu trabalho.

Previsibilidade

Outro ponto positivo é que o Marketing Médico ajuda a trazer previsibilidade, ou seja, você deixa de depender tanto assim dos convênios e indicação de outros pacientes e passa a contar com ações que estão dentro do seu controle. Aqui na WE existem vários médicos e médicas com quem trabalhamos que, depois de alguns meses de execução do planejamento que definimos para cada um deles, o direcionamento da conversa vai mais para o lado de “Vi aqui que minha agenda está menos fluxo nas próximas semanas, vamos intensificar os anúncios” ou “Puxa, minha agenda já está cheia para o próximo mês, acho que podemos diminuir o investimento em anúncios”.

Conexão Direta com o Paciente

Outro ponto que eu gosto de destacar é que seu nome (que é a sua marca) aparece onde seus pacientes atuais e futuros estão: na internet. Justamente por isso a conexão direta com esse paciente é muito mais fácil e rápida. Se você parar para pensar um pouco no marketing tradicional, pegando especificamente exemplos rádio e televisão, o que os comerciais fazem é basicamente interromper uma programação (algo que a pessoa quer ver) e mostrar uma propaganda (algo que a pessoa não quer ver).

Você consegue de fato acompanhar os resultados

Como medir quantas pessoas viram seu outdoor e ligaram para agendar uma consulta? Ou ainda, como saber exatamente que alguém escutou na rádio e te procurou para realizar determinado paciente? Quantas pessoas viram sua propaganda na TV? Ou aquele seu anúncio na revista?

Percebe que todas as respostas para essas perguntas são subjetivas? Ou são estimativas?

Quando a gente falar de Marketing Médico Digital você consegue saber exatamente:

  • quantas pessoas foram impactadas;
  • quantas demonstraram interesse;
  • quantas agendaram uma consulta;
  • quantas realizaram um procedimento;
  • quantas fizeram uma cirurgia;

E isso são só alguns exemplos. O fato é que quando a gente falar de Marketing Médico Digital as coisas ficam bem menos subjetivas e se tornam mais objetivas.

Você consegue competir com profissionais que estão a mais tempo no mercado

Marketing Médico Digital é ótimo (e essencial) para quem está começando uma carreira, isso porque você consegue competir com outros médicos e médicas que já estão há mais tempo (talvez anos) no mercado.

Você consegue imaginar um médico em começo de carreira colocando anúncios na TV ou fazendo outdoors por toda a cidade? Isso é no mínimo inviável financeiramente.

Mas você consegue imaginar um médico em começo de carreira criando um site, fazendo anúncios no Google e movimentando suas redes sociais? Sem dúvidas! Inclusive a gente vê e faz isso aqui na WE o tempo todo.

E isso nos leva ao nosso próximo tópico.

O Marketing Médico Digital é mais direcionado

E quando eu digo mais direcionado eu quero dizer que você praticamente consegue escolher para quem seus conteúdos e anúncios irão aparecer. Se você mora em uma cidade com 1 milhão de habitantes é bem provável que não são todas essas pessoas que tem potencial (incluindo aí potencial financeiro) para serem seus pacientes. Talvez o grupo de pessoas que você queira atingir seja bem menor, algo em torno de 50 mil ou 10 mil pessoas. Talvez sejam mulheres, entre 24 e 35 anos, que praticam esportes e se interessam por um estilo de vida mais saudável. No final, não seria mais interessante (e com menor custo) falar com 10 mil pessoas segmentadas do que 1 milhão de pessoas?

Cenário do Marketing Médico no Brasil

Além das mudanças relativas ao comportamento do consumidor, que sofreu grandes alterações, e das oportunidades relativas à informação e à comunicação, outras questões foram essenciais para a evolução do marketing médico.

Entre elas, é possível destacar a concorrência, que passou por um crescimento muito grande na Medicina. Atualmente, o Brasil possui o dobro de médicos em relação ao ano 2000, de acordo o estudo Demografia Médica no Brasil, realizado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em parceria com o Universidade de São Paulo (USP).

Com o aumento de profissionais da área, o momento do marketing médico é de crescimento constante, visto que os profissionais após aplicarem o que lhes foi ensinado de forma técnica, passaram a adotar novas maneiras de divulgação dos seus consultórios e serviços.

As mudanças podem ser sentidas em vários setores, uma vez que atualmente, de acordo com avaliações feitas do mercado, cerca de 50% dos centros médicos já contam com o básico em termos de investimentos voltados para o marketing.

Assim, pouco mais de 20% dos médicos investe nesse setor de forma ativa e outros 20% alegam que pretendem investir mais. Por fim, apenas 10% dos profissionais afirma que não tem o desejo de investir.

Cenário da População Digital Brasileira e Potenciais Pacientes para Serem Alcançados Com Marketing Médico

Eu separei algumas informações que vão nos ajudar a ter uma ideia geral melhor do cenário não só do marketing médico, mas da população digital brasileira em 2022. São todos dados da COMSCORE que é uma empresa dos Estados Unidos de análise da internet que fornece a grandes empresas, agências de publicidade e de mídia do mundo.

 

Potencial de Pacientes para o Marketing Médico