Novas Regras de Publicidade Médica 2024: O Que Você Precisa Saber – Entrevista com Dra Giovanna Trad

Trancrição do vídeo: Novas Regras de Publicidade Médica 2024: O Que Você Precisa Saber – Entrevista com Dra Giovanna Trad – YouTube

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=G-wnycq_E-M

(00:02) Fala pessoal hoje a gente tá aqui com a doutora Giovana drade ela que é advogada especialista em Direito médico a Giovana ela tem 22 anos de experiência como advogada 15 anos atuando especificamente na área médica e ela atua Hoje não só na parte da prevenção Tá mas também Fazendo a Defesa aí quando precisa isso a gente tá falando desde médicos consultórios clínicas e hospitais Giovana seja muito bem-vinda tô bastante feliz de você tá aqui com a gente nesse wecast nesse Episódio onde a gente vai falar muito sobre a nova resolução na parte de
(00:39) Publicidade médica muito obrigada Edson a wecash aqui pela oportunidade é sempre uma alegria muito grande fazer essa intercessão eh entre o direito com com Marketing com com a medicina a gente precisa eu acho que que se unir nesse sentido para traçar melhores estratégias pros nossos clientes porque a o marketing está associado ao direito porque existem essas resoluções que regulamentam a a publicidade médica no Brasil o Código de Defesa do Consumidor então uma alegria sempre muito grande para mim estar presente nesses
(01:18) ambientes legal Giovana a gente tá falando aqui especificamente hoje o nosso papo é da última resolução do cfm que é a 2336 que foi de 2023 né ex em linhas Gerais assim fala um pouquinho pra gente hoje Quais são os principais pontos que mais te chamaram atenção nessa resolução nova Edson foram foram vários Assim muitos eu acho que no no decorrer aqui dessa desse podcast a gente vai poder extrair melhor todos eles mas existe todo um contexto histórico em relação a isso eh tem uma lei a lei 3268 de 57 que foi a lei que criou o
(02:01) Conselho Federal e os conselhos regionais de medicina e essa lei ela outorgou ao Conselho Federal o dever de normatizar a atividade médica no Brasil no que tange aos aspectos éticos e um deles é em relação à publicidade médica então muito se questiona às vezes sobre a competência é do do Conselho Será que o conselho não tá extrapolando quando ele normatiza as questões de publicidade disso não caberia ao legislador mas sim cabe Porque existe uma lei que inclusive coloca como dever do cfm fazer essa normatização esse é um ponto importante
(02:42) E aí a gente tem também um decreto Olha que interessante Edson de 1942 um Decreto Lei 42 42 que estabelece também algumas práticas de Publicidade não apenas para médicos mas para parteiros para enfermeiros para dentistas as E e esse decreto um um uma das imposições é que o médico por exemplo ele não pode anunciar mais de duas especialidades ainda que ele tenha tenha feito duas residências ele não pode por isso que o cfm proíbe proíbe o o médico de fazer o anúncio de mais de duas especialidades Então a gente tem
(03:22) esse decreto E assim a a última normativa que a gente tinha de Publicidade do Conselho Federal de medicina ela está ligada tá ela precisa obedecer às normativas que estão colocadas no sistema jurídico inclusive esse decreto de 42 O Código de Defesa do Consumidor E aí criou-se então a resolução 1974 de 2011 essa polêmica resolução que eh vigorou até até o ano passado ela ela existia tá vigente ainda porque a nova resolução vai entrar ainda agora em março Mas ela já estava muito ultrapassada já não estava mais atendendo aos apelos da sociedade as
(04:11) mudanças ocorridas na relação médico paciente da forma do médico se comunicar com com o paciente e com potenciais pacientes também nas redes sociais veio a pandemia a pandemia alterou completamente todos esses processos o médico e o paciente ficaram muito mais juntos ali não não presencialmente até porque eh o momento não permitia mas cresceram muito as Exposições nas redes sociais e também por consequência a forma de publicizar essa atividade e aí a gente tinha então uma resolução ao 974 que era muito era muito
(04:54) retrógrada tá porque não permitia tá valendo que tá valendo tá valendo inclusive mas ela não permitia por exemplo o médico fazer uma demonstração da imagem do paciente não permitia o médico às vezes de eh se expor de expor Uma opinião pessoal dele naquele momento de demonstrar algum acontecimento no sistema de saúde por exemplo o médico às vezes sem condições de trabalho ele não poderia postar ele não podia postar a estrutura dele o Staff sabe eh Como que é o seu ambiente de trabalho ele ficava restrito nesse
(05:34) sentido não poderia ter um portfólio não podia nem mostrar como que era o consultório ele poderia até tirar uma foto no consultório sabe mas assim ele não poderia fazer uma exposição porque o conselho entendia que isso poderia soar como uma concorrência desleal com outro colega uma autopromoção então não era vedado ou ficava numa área muito nebulosa tá ficava numa área muito Nebulosa hoje expressamente tá com a nova resolução ela trouxe essas inovações deixando muito mais claro pro médico o que ele pode e o que ele não
(06:13) pode fazer assim existem ainda algumas questões que dá pra gente trabalhar mas de uma forma geral eu acho que a resolução ela ela trouxe excelentes proveitos o médico que souber se valer dessa dessa nova resolução ele vai ter muitos benefícios e o que é interessante inclusive é que a resolução ela fala em captar clientes tá que o médico antes existia eh aquela ideia de que o médico não pode vender o médico não é vendedor Porque isso pode caracterizar a mercantilização da Medicina e eles viram que isso é coisa do passado o médico é
(06:55) um vendedor que ele não pode fazer é colocar eh os aspectos financeiros ali acima da Medicina acima da vida da Saúde mas ele é um vendedor e esse ponto que você falou jovana até a gente falou um pouquinho foi a primeira vez que o cfm considerou o paciente como cliente é isso mesmo é isso mesmo considerou pelo menos eh A nomenclatura tá ali até então a gente não tinha ouvido falar né Eh trazendo do cfm essa palavra para dentro do do vocabulário médico ali sempre era paciente eles até condenavam quando se falava em clientes e hoje a gente já vê
(07:40) que esse aspecto está mudando um pouquinho mas pode ser um pouquinho preocupante isso de colocar aquele paciente porque querendo ou não os tribunais Eles já T um posicionamento de que a relação médico paciente é uma relação de consumo embora o aa trate né diga que que não seja mas os tribunais entendem e a partir do momento que você coloca ali eh aquela palavra cliente o conselho está atraindo para ele dizendo olha ok é uma relação de consumo mas o que a gente tem que ter em mente é que é uma relação de consumo
(08:21) diferenciada Por que que é diferenciada Quando você vai fazer um você vai comprar uma roupa você não está satisfeito com a roupa com a mercadoria você troca você devolve eh se se aquele aquele cliente não te paga você não presta mais o serviço no caso do médico é diferente o paciente teve uma intercorrência e o paciente tá devendo uma parcela O médico não pode deixar de atender então assim ele não é um fornecedor de serviços muito claro né Ele é diferenciado ele é diferenciado então a gente precisa tratar essa relação
(09:00) jurídica de forma diferente porque a gente está lidando com o bem jurídico vida saúde integridade física e psíquica que é diferente em relação às demais eh práticas consumeristas eana me fala uma coisa isso até quando o cfm Traz essa definição que agora o paciente é cliente ele passa a ser atendido e protegido pelo código eh de defesa do Consumidor ou isso já existia antes não assim eh eu digo que existe uma diferença no âmbito do Conselho profissional o conselho sempre debateu a ideia né o posicionamento melhor dizendo de que não
(09:46) se trata de uma relação de consumo tanto que a atividade médica deve ser analisada ou ou de forma pessoal e nunca presumida tá judicialmente falando o médico pode ser presumidamente culpado tá se o juiz entender que existem indícios de verdade naquilo que o paciente tá dizendo ele pode falar olha tem indícios de verdade o médico por ser a parte mais forte na relação é em Teoricamente ele tem todas as provas ali ele tem maior facilidade de apresentar as suas provas em juízo então eu vou alterar inverter o anos da prova tá e o
(10:31) médico vai ser presumidamente culpado ele pode comprovar isso de forma contrária se ele tiver um bom prontuário pode pode ser absolvido pode tá isso pode acontecer aqui quando a gente assim o médico já começa perdendo começa perdendo começa perdendo no em um processo ético profissional por exemplo em que eu estou discutindo a conduta do médico tá o médico pode ter praticado uma imperícia uma negligência e uma imprudência o conselho nunca vai considerar o médico presumidamente culpado ele vai sempre trabalhar com a ideia de que tem que
(11:12) haver uma uma prova muito Cabal de que aquele médico praticou realmente uma conduta culposa contra o paciente e e Giovana me fala uma coisa assim por onde que dá para começar o que que é obrigatório hoje assim o que que é essencial com essa resolução nova essa que começou que vai entrar em vigor Agora em março o que tem o básico Edson que muitos não fazem você deve até quando você deve pegar algumas algumas contas aí paraa sua empresa você verificar isso começando com básico ter uma Bio organizada fazer as descrições
(11:51) necessárias colocar o nome do médico completo número do CRM hoje em dia precisa colocar a palavra médico ou médica em caixa alta é necessário fazer essa descrição E se o médico se anunciar especialista e se de fato ele for ele precisa também apresentar o rque que é o registro de qualificação de especialista certo E e essa essas informações podem ser colocadas ali na página principal do perfil se for o Instagram por exemplo você coloca na bio um site você vai colocar na página principal do site e se o médico for uma pessoa se o médico não
(12:36) se o eles for anunciar uma empresa de saúde e não o médico como pessoa física PR uma clínica ou Hospital uma clínica um hospital uma empresa Clínica Avante por exemplo tem E aí colocar descrever o nome da empresa o CRM também porque a empresa tem um registro toda pessoa jurídica precisa ter o registro também no CRM que vai prestar um serviço médico precisa ter o nome ali do diretor técnico com a palavra médico também sim oi isso já coloca no site fica fácil de identificar Mas se for no Instagram já coloca na B também coloca
(13:20) na B coloca na B tem que colocar é obrigatório diretor técnico E aí se tiver que é esse for um serviço especializado tem que colocar também tem o número do do RQ esse esse assim é o mínimo é o mínimo hoje que se precisa ser feito aí o médico por exemplo o médico ele fala eu tenho uma conta particular não não falo nada sobre assuntos médicos não leva informação médica é um é um Instagram pessoal por exemplo Mas a partir do momento que ele posta uma foto dele em um evento em um Congresso ou se de qualquer forma seja em um post ele traz
(14:00) algum anúncio que seja ligado à Medicina ele já precisa eh adequar sua Bio também olha que interessante isso foi também uma imposição do Conselho Legal não sabia disso e até uma dúvida isso vale só para Bio e pras publicações pros conteúdos assim no geral eu lembro gerana olha que engraçado da resolução antiga que se eu não me engano uma das coisas que o médico não podia fazer era usar o telefone n publicações era proibido uhum né Uhum e essa resolução nova o que que ela muda eu preciso trazer essas mesmas informações que tão na bio do Instagram
(14:41) eu preciso trazer nas publicações também ou não não o que que que que a resolução diz que precisa ser na página principal do perfil então a gente eh interpreta isso como sendo ali na na bio no caso do Instagram não precisa necessariamente ser em todos os posts em todos os conteúdos que ele for ali publicar ô ô Giovan me fala uma coisa você falou que precis tá médico em caixa alta né e pro médico que tem uma pós-graduação e uma determinada área ex tem uma pós-graduação em Saúde Mental ele pode se posicionar como especialista sou
(15:22) especialista em Saúde Mental ou como é que tem que ficar eh como é que tem que ficar isso assim de forma Clara objetiva esse acho que esse é o calcanhar de Aquiles dessa nova resolução a parte mais polêmica e talvez até um pouco desumano com médico que que não tem o rque mas que fez por outro lado ali uma uma pós-graduação com que que é validada tudo pelo MEC Mas de fato se ele a partir do momento em que ele se anuncia ele anuncia que ele fez uma pós-graduação por exemplo pós-graduado em nutrologia pelo Einstein ele precisa ele
(16:01) pode né noticiar isso mas ele precisa colocar ao lado em caixa alta a expressão não especialista isso é muito pesado além de fazer isso e a maioria não faz que que eles devem fazer também eles devem eh cadastrar no Conselho Regional de Medicina no seu CRM e essa pós-graduação certo é necessário senão já é uma falta ética Ah então olha só vou te fazer uma pergunta você já viu algum perfil de médico falando que é não especialista nenhum n pelo menos assim até hoje nenhum e que que eu falo uma alternativa né para para esses médicos
(16:51) que não t o o RQ mas não querem colocar ali o não especialista porque isso certa C forma atinge a reputação a história daquele médico porque o paciente não vai entender que que aquilo quer dizer então ele ele coloca ali no um um link na bio com acesso ao seu currículo e na descrição do seu currículo ele coloca todas as suas pós-graduações Enfim sem a necessidade eu entendo que não precisa neste caso porque o currículo é é uma questão mais acadêmica então não precisaria colocar o o não especial vista ali em caixa alta há vozes em
(17:32) contrário que acho que precisa mesmo no currículo mas eu entendo que que não há essa necessidade tem defesa tem defesa tem defesa sim então coloca no currículo porque eu acho que colocar ali o não especialista ou ou colocar não especialista segundo a exigência do da nova resolução do do cfm sabe para talvez amenizar um pouco mas mas assim o paciente não vai entender Ele é leigo ele é leigo é eu na na prática que que eu vi vez de quando o médico é não especialista ele coloca só médico pronto médico médico não coloca Não coloca que
(18:13) ele é não especialista também não coloca que é especialista ele só coloca médico ou médica pronto cuidando da saúde do bem-estar sabe se ele é um médico que mas assim é é ruim porque você faz É pós-graduação e tem essa questão porque que que o conselho entende que ao você eh dizer ali pro pro seu público que você tem uma pós–graduação eles não vão saber diferenciar o que que é pós-graduação e o que que é especialidade porque especialidade o médico faz ali cursa um programa de residência médica ou faz a prova de
(18:51) títulos assim é um processo super complicado denso que o médico passa e é diferente né de uma pós–graduação e o paciente ele não tem ali o discernimento necessário o conhecimento necessário para para identificar o que que é residência e o que que não é n é por isso que também é uma maneira também do Conselho tentar defender trazer uma informação mais clara pro paciente assim não deixar el na dúvida falou ó como o paciente não vai entender vamos trazer de uma maneira que não vai ter dúvidas falou só coloca quem tiver eh rque Será
(19:28) que foi esse motivo dele ter feito isso que que o que que você acha você acha que é mais uma reserva de mercado eu acho que é eu acho que é de tudo um pouco é uma reserva de mercado eu acho que é é cumprir o dever também de Transparência que tá no Código de Defesa do Consumidor porque realmente eu acho que pode induzir de certa forma erro o paciente achando que ele é de fato um especialista e ele não é ele fez uma pós-graduação então tem todos esses esses critérios esses processos que são diferentes dentro daquele contexto mas
(20:02) que o paciente absolutamente leigo não vai saber entender e saber diferenciar tudo isso então de certa forma o conselho tem razão mas talvez teria que ter uma alternativa mais inteligente e menos agressiva né contra o os profissionais é é muito pesada uma alternativa mais inteligente e menos dolorosa pros não especial istas é Talvez sim e e me fala uma coisa acho que um outro ponto que chamou muita atenção nessa mudança foi antes e depois Giovana sem brincadeira eu lembro que o dia que publicou a resolução no outro
(20:43) dia no Instagram você só tinha antes e depois Uhum é impressionante É impressionante como que é me fala assim como que é essa relação do antes e depois como que o médico tem que fazer isso assim da da maneira certa a e e uma pergunta né então vou vou deixar você começar com essa depois vou te fazer mais uma pergunta sobre antes e depois com qual que é o jeito certo de fazer antes e depois muitas dúvidas me chegam diariamente do pessoal do marketing eh dos meus clientes médicos em relação ao Fame gerado antes e depois é o que tem
(21:16) causado maiores polêmicas E como você bem disse a maioria está fazendo de forma errada já estão fazendo antes do tempo né já tão pulando aí uma uma etapa E ainda estão fazendo de forma errada por que de forma errada o conselho e ele estabelece várias diretrizes para você realizar esse post né colocar ali um antes e um depois um deles o o primeiro deles é que tem que ter uma finalidade educativa neste caso eu não posso utilizar o antes e o depois com o viés ali de angariar clientela angariar trazer pacientes pro meu consultório eu
(21:57) preciso Educar aquele público em relação à Aquelas imagens que eu vou exibir segund então sim a segunda questão importantíssima aqui que passa despercebido conselho diz que ao publicar uma imagem do paciente é obrigatória a garantia do Anonimato então você não pode identificar aquele paciente ou tornar a imagem de modo que ela seja já identificável o que que isso significa significa que a maioria às vezes posta um rosto de uma harmonização eu posso o corpo da paciente sem ocultar o rosto o conselho vai mais além ele diz que você só pode
(22:46) postar aquela área do corpo onde você vai ali abordar com com um texto também e vai explicar o que que tá acontecendo Então a primeira parte finalidade educativa em segundo lugar estão e identificando esses pacientes e você precisa borrar a imagem ou recortar e colocar só a área do do corpo que tá sendo tratada ali o objeto do tratamento tem várias edições de imagem tirar uma tatuagem tirar um piercing de um de um paciente para que ele não seja nem para que não haja nem a possibilidade dele ser ficado Ô jovana aquela filmagem de
(23:31) corpo inteiro da paciente não pode então de jeito nenhum de jeito nenhum tem que ser uma área restrita e eu vou além às vezes quando você coloca o corpo inteiro coloca só uma florzinha ali no no mamilo isso também pode ser perigoso porque o conselho fala que para você expor uma imagem você tem que preservar o pudor da paciente Olha que interessante você precisa preservar o pudor Então como se preserva um pudor nesse caso se você quer expor o resultado de um de uma mamoplastia que você faz tem que ser muito cuidadoso nessas situações o
(24:11) médico então você precisa só não resolve não resolve você precisa anonimizar essa imagem e isso não está sendo feito um segundo lugar nome do procedimento e as indicações terapêuticas para que que aquele procedimento serve né eu preciso descrever isso em um post eh outra situação eu preciso descrever as complicações que estão descritas em Literatura científica E aí você pode me perguntar Giovana Mas se a gente for ver é praticamente uma Bíblia eh de de complicações que que existem um determinado procedimento isso não vai
(24:54) caber em o post Então coloque as principais a as mais importantes aquelas que vão eh levar o paciente eh que vão influenciar o paciente em uma tomada de decisão Então você precisa indicar as complicações e não só as complicações em teoria caso o paciente tenha tido uma complicação após uma cirurgia de Cardiologia ten tido uma hemorragia uma uma trombose uma pós ali de Ortopedia você precisa de escrever que aquele paciente teve determinada complicação para não ficar tudo no Mundo Ideal no mundo lindo de que a medicina é perfeita
(25:36) e de que o médico tem a obrigação de entregar um resultado porque se a gente coloca o antes e o depois e só coloca os resultados perfeitos o paciente vai interpretar que a medicina é uma ciência exata que a medicina não tem adversidades ele vai se impressionar com aquilo e ele precisa ver a realidade Essa é a transparência importante que vem lá da Constituição do Código de Defesa do Consumidor que diz que eh esse fornecedor de serviço deve ser o mais transparente possível então aqui já vios né todas essas situações Tem mais ainda
(26:16) essas complicações você as evoluções satisfatórias insatisfatórias do procedimento as evoluções imediatas mediatas e tardias então o que que eu vejo muito Edson às vezes em um procedimento colocar ali eu coloco um um pós-cirúrgico uma foto do pós-cirúrgico só que a foto do pós-cirúrgico ainda não deu tempo do paciente ter uma evolução de ter talvez uma uma necrose de talvez ter um problema ali na cicatrização é por isso que o cfm diz que você precisa mostrar um banco de imagens tá que vai acompanhar a evolução
(27:01) daquele paciente no tratamento Então não é só o antes e o depois é você mostrar a evolução a evolução não é tão simples não é simples não vai ser simples eu eu vou te falar um negócio eu não vejo ninguém fazendo isso talvez eu vejo assim bem comum eu você deve ter visto eu já vi também eu vejo muito antes vejo muito depois quando você traz essa fala sua fou ó tem que mostrar o durante tem que mostrar a parte que pode dar errado eu vejo que quem teria coragem de fazer isso seria ou o próprio cfm de uma maneira
(27:42) educativa informativa ou CRM ou alguma sociedade ah sociedade e Brasileira de plástico por exemplo talvez eles conseguiriam mostrar isso com segurança não vejo na prática um médico tendo não é nem coragem vontade Então o porquê pensando de maneira bem objetiva mas CR assim Trazer isso pro perfil percepções minhas assim nisso é mas aí que tá claro que ele não ele vai mostrar na grande maioria os resultados satisfatórios que não tiveram complicações ou ele pode mostrar também eh que que é interessante que aquele
(28:23) resultado ele foi favorável o desfecho foi favorável mas teve uma complicação é para mostrar a realidade eu pelo menos eu adoro médicos sinceros que você chega fala doutor o que que pode acontecer eu quero saber a realidade desse tratamento Giovana o que a ciência o que a medicina pode te entregar é isso você não pode ir além disso a ciência ela tem limites o corpo humano tem limites também e o corpo humano ele está sucetível a gente não é uma pedra que você vai faz ali um corte e que tá tudo perfeito nem sempre
(29:02) ele vai corresponder ao que aconteceu com o seu colega nem gêmeos univitelinos eles reagem da mesma forma a um tratamento médico você fala que essa realidade pode até passar mais segurança pro paciente Exatamente pode até passar mais segurança Claro não tô falando eu também se eu fosse médica Eu não colocaria eu colocaria a maioria que deu certo mas um outro para mostrar que realmente existem situações que podem fugir do controle do médico isso inclusive Edson eh evita processos judiciais evita processos porque você
(29:40) educa o paciente e aí quando acontecer algum evento adverso ele não vai interpretar aquilo como um erro mas como parte inerente ou ou às vezes possível de um atendimento médico de um tratamento médico Isso é é muito bacana eu eu gosto muito dos médicos que passam uma lealdade uma segurança e que te bem interessante aprendi duas coisas com você agora uma uma questão eh de realmente mostrar esse outro lado pode trazer mais segurança pro paciente e o outro ponto que você mostrando esse outro lado eventualmente você tá
(30:18) educando informando o paciente e se Surgiu uma eventual complicação de alguma maneira você já tem mais um argumento mais um elemento e uma defesa que você possa precisar né até pública perfeito e outro ponto também que a gente não vê que é gravíssimo que caracteriza infração ética é o médico não coletar a autorização expressa do paciente para a obtenção pra coleta daquela imagem pra exposição daquela imagem porque já tem ações na justiça em que o paciente alega que houve uma violação ao direito de imagem por quê Porque não houve o pedido tá e o
(31:01) médico fala mas Ele autorizou autorizou verbalmente Isso não vale segundo conselho E aí tem as a lgpd também que é uma a lei geral de proteção de dados pessoais então se você não faz um termo de autorização tá que vai descrever de forma específica e detalhada para que que vai ser usada aquela imagem o médico ele precisa também eh colocar ali que aquela imagem ela está sendo conc de dar título gratuito e não oneroso porque essa paciente que foi a justiça ela cobrou o médico dizendo uma indenização dizendo que o médico estava lucrando eh
(31:38) as custas da imagem dela que não foi consentida Entendi então então assim vai publicar selfie Vai publicar vídeo Vai publicar antes e depois precisa da autorização expressa e por escrito do Pete da Pete e eu sei que com isso você consegue ajudar inclusive né você consegue elaborar essas autorizações né com certeza eu trabalho com proteção de dados também dentro do direito médico a gente tem até um livro Deixa eu ver se eu pego ele aqui que nós lançamos ano passado comentários a lei geral de proteção de dados na Perspectiva do
(32:20) direito médico e da saúde que legal olha eu tenho um ponto muito interessante sempre me chamou muita atenção uma questão eu sei que é um assunto a parte aqui mas sempre Me cham muita questão essa questão da da lgpd pros médicos porque 90% dos médicos tem um CNPJ e se você tem um CNPJ Você tem uma empresa se você tem uma empresa você está diretamente obrigado a seguir aí o a a as determinações da da lgpd da lei geral de proteção de dados né É obrigatório eu falo que seguir a lgpd não é uma opção da da empresa médica é um dever eh ele
(32:59) não tem ele não tem muito esse poder de de escolher Ah vou deixar para depois e tem vários processos que precisam ser mudados tem a documentação específica que é obrigatória tem a questão da da política e aviso de privacidade eh os contratos precisam ser modificados para ter cláusulas ali de proteção de dados então assim é é um mundo muito grande e a maioria não faz porque realmente é um serviço oneroso é caro né então o que que eles pensam não vou deixar para depois porque não não tá dando ainda muita repercussão a gente não não vê
(33:34) tanta indenização a npd que é a autoridade Nacional de Proteção de dados ainda não está fazendo as intimações Então mas isso é falso porque a npd já começou eh a saúde já é o setor mais atingido obviamente por tratar dados extremamente extremamente sensíveis então precisa ter esse termo de é uma é uma parte pequena da lgpd esse termo de de autorização de uso de imagem mas super relevante para Caso haja um litígio judicial que pode evitar muita dor de cabeça muita dor de cabeça muita dor de cabeça em vários âmbitos no Conselho Regional de Medicina
(34:19) na Esfera judicial na Perspectiva talvez até do Código de Defesa do Consumidor e autoridade Nacional de Proteção de dados Então tem um processo administrativo Na Autoridade Oi Giovana e me fala uma coisa ainda sobre essa parte da imagem do paciente do médico e as selfies como é que elas ficaram aí com essa resolução nova tem alguma coisa que você pode comentar pra gente sobre isso especificamente mas fiz Elo já já há bastante tempo até elas são permitidas tá por exemplo uma selfie dentro do meu consultório da minha
(34:56) clínica até selfies em blocos cirúrgicos Desde que não estejam expostos ali materiais biológicos sangue eh não haja uma exposição muito grande assim que seja chocante isso pode ser exposto também e aí você fala olha a incoerência às vezes da resolução porque a resolução Fala que você não pode expor a figura do paciente assim eh não pode eh expor identificar exatamente você não pode identificar por outro lado o conselho permite que você o paciente fazendo um elogio postando uma foto com você postando uma foto do resultado dela o
(35:34) médico pode repostar repostar pode então assim vai repostar pode vai ser uma alternativa né de do paciente Claro aí você tem que coletar a autorização do paciente isso é importante né perguntar se aquele paciente teve uma boa experiência teve um bom resultado você coleta o o consentimento verifica se ele quer ou não se ele deseja ou não eh que seja esse consentimento pode ser pelo menos uma mensagem no Direct fó posso repostar essa essa foto não tem que ser realmente uma uma autorização por escrito para ter um escrito bem formal bem formal porque
(36:15) assim até a questão do tratamento de dados eh o o que que o médico ele vai vai se comprometer a guardar os dados pessoais de forma que eles não sejam compartilhados com terceiros fora daquela finalidade que foi permitida que anunciar você tem que inclusive destacar qual rede social que você vai postar por quanto tempo é bem assim então isso numa mensagem de WhatsApp fica bem comprometido e às vezes pode soar como se o consentimento não fosse dado de forma livre sabe totalmente genuína pelo paciente naquele momento fo induzido
(36:56) pode po Pode sim e aí aquele aquele consentimento pode ser nulo Giovan viu um ponto lá que me chamou atenção que fala que a selfies precisam ser sóbrias uhum O que que é uma selfie sóbria uma selfie e sóbria e e esse é um dos princípios da Medicina daqui da publicidade na medicina é sobriedade que eu até ia falar então uma selfie sobra que é uma selfie que não seja chocante é uma selfie que não exponha eh materiais biológicos é uma selfie que não exponha por exemplo médico que tira ali eh na lipospiração uma gordura do paciente
(37:37) tira foto ali com a gordura então é é é você não não chocar é você não causar intranquilidade naquela pessoa que está vendo você pode pensar assim para uma criança estar Ok ver aquilo se estiver ok você posta vai ser uma uma selfie sobra eu acho que tem que ser coadunar mesmo com com a fortaleza da da da Medicina com a responsabilidade que que a medicina impõe legal e me fala uma coisa se for uma self nesse sentido assim falando Nossa mas o dror Fulano é um amor de pessoa ele é muito querido ele é demais is pode não pode repostar isso ou talvez
(38:17) melhor não ou não ou não tá Tá ok Qual que é a sua opão geral poar eu eu entendo que sim pode repostar pode legal coletando essa autorização o que não pode que que o conselho diz que esses reposts sejam sistemáticos Mas ele não fala que que é sistemático né a gente interpreta que é um atrás do outro porque aí dá a entender mesmo que o médico combinou com paciente a uma contraprestação financeira para poder fazer aqueles elogios então eles não podem ser reiterados tá e não pode por exemplo falar assim ai o melhor médico
(38:54) de Mato Grosso do Sul nesse caso porque aí já gera concorrência desleal Então pode colocar a adoro meu médico eh Fiquei super satisfeita com o meu resultado tive uma excelente experiência eh os atendentes são maravilhosos o doutor é super prestativo tem um trabalho técnico muito bom mas ele não pode eh colocar ali uma capacidade privilegiada em relação aos outros isso é melhor não repostar entendi ó bacana te falar a verdade para mim esclareceu bastante principalmente esse questão da selfie sobria né Eu até brincar brinco com o
(39:30) pessoal nas palestras quando eu faço algum congresso algum lcar fala gente me fala como que é uma selfie sóbria a hora que eu tiver que explicar eu vou usar o seu exemplo aqui da da s sóbria Ah legal e e jo o médico é comum às vezes ser convidado para dar entrevista às vezes às vezes no podcast às vezes no YouTube no Instagram fazer uma Live eh às vezes na TV no rádio como que deve ser o comportamento no geral assim do médico como que ele deve se comportar se cortar durante a entrevista tem alguma dica algum conselho específico vindo da
(40:00) resolução aí deve ser sóbrio também brincando aqui S sóbrio sóbrio e na entrevista a entrevista não tem o cunho também de angariar a clientela não é o momento pro médico angariar ele só precisa naquele momento prestar uma informação útil eh de saúde pública ou paraa sociedade eh em relação àquele aquilo que ele faz mas jamais ele pode utilizar aquele espaço e passar o contato telefônico dele o site o endereço ele não pode fazer isso o que ele tem não pode o que ele tem que fazer que é obrigatório é colocar o nome
(40:38) completo dele e o CRM se ele tiver RQ ou RQ Mas jamais ele pode disponibilizar contato e e utilizar aquele veículo como uma forma de prospectar clientes e vender seus serviços sabe que é curioso você falar isso esses dias eu mesmo publiquei um conteúdo lá no nosso Instagram que eu falo pro médico falou ó para de usar o Instagram para chamar o paciente paraa gente dar consulta aqu não é feito para isso aqui é o o Instagram você tem que usar com uma ferramenta Onde você vai passar segurança você vai passar confiança pro paciente né tem que ser
(41:13) sempre posicionamento educativo informativo e é natural que algum momento esse paciente ele vai te procurar vai te ver como referência e também tem outros caminhos aparece num cenário mais educativo informativo e depois você pode fazer um anúncio só para quem interagiu com o seu perfil aí sim chamando pra consulta mas essa mesma linha né falou ó usa o Instagram como se você fosse dar uma entrevista seja um canal educativo e informativo não para você vender aí seus seus serviços assim digamos no geral né mas é legal sabe eh Você tocou num ponto
(41:49) legal mesclar tudo isso porque o médico ele pode eu acho bacana que essa nova resolução ela deu a oport oportunidade do médico dele descrever os serviços que ele presta então o portfólio de serviços dele ele pode colocar agora no Instagram o que antes era vedado ele pode mostrar a equipe mostrar a as parcerias que ele tem isso é é muito interessante é uma vantagem então é legal mesclar temas assim de onde ele vai mostrar a autoridade dele enquanto médico em eventos científicos eh tercendo a explicação técnica de algum caso mais
(42:25) específico mas também eh mostrar essa parte de de vender que é mais assim voltada mesmo diretamente à venda e pode ser feito isso e falando de vender pode falar de preço pode atualmente pode você pode anunciar preço de consulta de consulta você pode anunciar promoção o que antes era vedado quer dizer então assim essa foi uma mudança super relevante isso antes era super vedado e é bem claramente vedado e hoje o médico já pode fazer uma promoção você você sabe que eu sinto que isso foi uma demanda que veio muito das
(43:11) especialidades mais estéticas eu vejo um exemplo comparando diretamente aqui a gente tinha aí vamos pegar Os Dentistas um exemplo né Uhum direto trazendo muita informação de preço parcelamento oferta digamos assim né e mostr and muito antes e depois né E você tinha especialidades aí como dermatologia como cirurgia plástica literalmente perdendo o mercado né para outros profissionais Por uma questão de proibição de posicionamento comercial né Não podia trazer isso pro paciente não podia trazer isso explicitamente eh pro cliente ficava uma
(43:48) coisa meio velada assim né então assim talvez seja um dos motivos né que o pessoal trouxe essa mudança para essa resolução também né Com certeza o médico ele tava ficando Eh tava sendo Deixado Para Trás nesse em termos de Publicidade em relação aos outros profissionais da Saúde dentistas biomédicos eh enfermeiros já estavam ali propagando anunciando de forma muito muito clara e até às vezes sedutora os pacientes e o médico ele tava ficando um pouquinho um pouquinho não muito atrás podendo ficando assim de mãos atadas e o
(44:23) conselho tem pessoas que falam ah classe médica é corporativ vista não é não é assim os colegas denunciam os colegas denunciam uns aos outros e o conselho sim ele fiscaliza tem uma comissão de divulgação de assuntos médicos que é a codam a famosa codam que existe dentro de cada Conselho Regional de Medicina e essa codam além de de ter o papel educativo ela vai ela fica fiscalizando Às vezes as redes sociais o site a publicidade daquele médico para ver se se ele tá em conformidade aí a codame chama o médico dá ele a oportunidade Às
(45:00) vezes isso se for possível dele resolver aquela situação para não abrir para que não seja instaurada uma uma sindicância contra ele mas assim existe não é não é isso que falam né que pregam por aí ô ô Giovana na sua experiência se fosse pegar assim de 10 denúncias 10 defesas que você tem que fazer quantas são feitas pelo paciente e quantas são feitas por um colega de Publicidade médica de Publicidade metade metade metade metade Ah interessante eu eu chutava que era uns 90% por outros médicos não assim e pelo
(45:42) menos na minha experiência aqui e é curioso que assim essa metade né em relação aos médicos ela é feita por médicos que T especialidade em detrimento daquele que não tem especialidade então ele tá falando porque mesmo que você fala assim ah o médico ele pode anunciar a sua pós-graduação mas ainda a resolução continuou com aquela com aquela com aquela redação dizendo que o médico que não é especialista ele não pode discorrer ou ou publicar assuntos que sejam específicos ou que estejam atrelados a uma especialidade que ele
(46:22) não tenha então assim eu acho que fica muito difíc ainda pro médico que não tem especialidade Porque qualquer assunto que você for discorrer Ah você vai discorrer sobre saúde hábitos de vida vai remeter a nutrologia se vai falar de alguma parte estética ou de alguma coisa assim relacionada à parte cardiológica né que que é saúde corrida vai arremeter a cardiologia veja fica difícil para esse profissional para ele trabalhar no que tange a sua publicidade ainda compado qu não tem especialidade entendi ô Giovan e fala
(47:01) uma coisa assim você tem mais algum exemplo prático assim de como que essa resolução já tá impactando assim o o os médicos tem algum outro que você lembra assim sabe eh Edson eu acho que por enquanto eh eu tenho tô vendo enxergando os impactos são mais negativos que positivos Talvez isso mude a médio e longo prazo a hora que a cim de câncer bater a tem um processo ético profissional uma sanção mas por enquanto como você falou os médicos estão aí achando que eles estão adequados à resolução que nem entrou em vigor ainda
(47:38) e não estão não estão cumprindo assim nem a metade do que ela prescreve porque toda sempre quando existem direitos né sejam direitos que estão ali dispostos na lei em uma resolução do Conselho ele vem também com responsabilidade então Não é porque eu tenho o direito à liberdade de expressão que isso me Confere o direito de ofender a pessoa injustamente não é porque o o conselho me concedeu me deferiu o direito de fazer o antes e depois que eu posso fazer da forma inadequada que eu posso expor a imagem do paciente que eu possa
(48:16) violar o sigilo o segredo profissional então eu acho que é que é mais isso na prática o que está acontecendo e aqui eu vou falar para você né três pontos aqui emem que a publicidade tá sendo feita de forma inadequada que os médicos não estão obedecendo tá não estão obedecendo primeiro deles entrar com videomaker no centro cirúrgico Isso é verdade não pode entrar com videomaker É verdade o médico não pode levar produção e de de vídeo de imagem fotógrafos com exceção dos partos com exceção dos Paes agora né sim
(48:59) e aí também com a autorização do paciente caso contrário é o que a gente vê de cirurgia plástica às vezes uma rinoplastia sendo feita colocando a foto a imagem ali do pós-procedimento né porque a gente não sabe como que vai evoluir porque você leva para fazer uma produção daquelas você leva um um fotógrafo você leva alguém para filmar o procedimento isso é verdado Então esse é é uma falta ética grave que está sendo cometida segundo e essa fica fácil de identificar né Fácil de identificar porque normalmente quem faz esse tipo de
(49:36) material publica deixa público né deixa público segunda questão aqui eh postar e transoperatório tá então o que que é você às vezes fala Olha eu estou fazendo aqui um procedimento nesse paciente mostrar quando você tá fazendo ali uma uma rinoplastia mostrar quando você tá fazendo uma harmonização isso é vedado mostrar quando você tá fazendo uma cirurgia ali cardiológica isso não éo então Oi durante o procedimento durante o procedimento você não pode postar o transoperatório é vedado é vedado e ainda muitos fazem Tero ponto não
(50:24) poder pode postar imagens que violem o pudor do paciente foi o que falamos mas isso tem acontecido muito também violar o pudor o pudor não digo só às vezes de uma da das partes íntimas do paciente mas o paciente em uma situação periclitante sabe de saúde tá num pós-operatório eh está super debilitado fisicamente você filmando aquele paciente então não é só na área da estética eh que são eh aviltados esse esse pudor do paciente então esses três pontos ainda continuam acontecendo legal jovana conselho prático que você dá pros
(51:05) médicos aí tentarem se se adaptar a essas novas regras né Sem comprometer a visibilidade sem comprometer também a ética profissional sempre se atentar Edson aos princípios o médico que ele que ele está escorado em uma base principiológica dificilmente ele vai ter problema e quais seriam esses princípios você tem em mente o princípio da veracidade jamais publicar algo que você ache que pode ser inverídico ou jamais manipular uma imagem fazer uma edição na imagem maquiar aquela imagem jamais ocultar Dados importantes de uma informação ali
(51:50) pro paciente jamais ocultar uma complicação se ela ouve então a a informação ela precisa ser verdadeira isso assim uma premissa fundamental tá é publicidade que eu falei em relação à privacidade do paciente a intimidade não violar a intimidade desse paciente o princípio da sobriedade que foi o que conversamos se a partir do momento que eu analise aquela imagem Ou aquele post se aquilo vai chocar uma terceira pessoa não médico um leigo não poste na dúvida eu falo sempre na dúvida é melhor não postar então sobriedade trazendo a veracidade a
(52:38) transparência a privacidade e o consentimento do paciente sempre é fundamental para todo e qualquer publicidade médica você falou de princípios tem desde que eu comecei a trabalhar com a parte de marketing médico uns 10 anos de atrás uma das coisas que ficou muito claro para mim foi o seguinte sempre se posicione numa linha educativa e informativa você dificilmente vai ter algum problema com cfm com eh CRM com algum colega se você sempre trazer a se posicionar de maneira educativa e informativa e claro isso vem junto com a
(53:15) parte da questão da sobriedade também da sobriedade e o conselho fala muito da do sensacionalismo não a sensacionalismo que é aquilo que a gente falou que você eh levar uma informação em verídica que não corresponda à realidade que seja chocante que seja ultrajante eh o a concorrência desleal nunca você pode se anunciar o melhor médico o médico do ano o número um do Brasil isso é falta ética também né porque gera concorrência desleal e a autopromoção que é você sempre se achar o melhor por exemplo você pode anunciar um equipamento da sua
(53:54) Clínica você você pode anunciar uma aparelhagem mas você não pode dizer que você é o único que tem aquela aparelhagem sabe que você é foi o precursor daquele tratamento isso não pode ser falado porque é uma autopromoção Então se atentando a todas essas balizas e esses cuidados dificilmente o médico vai errar e na dúvida um conselho que eu digo aqui um conselho importante consulte a resolução Leia resolução qualquer dúvida interpretativa que o médico tenha leve para um advogado ou para fazer essa interpretação eu falo que essa
(54:34) dobradinha é muito importante entre jurídico e o marketing por quê Por que que é importante qual trabalho que eu faço eu faço um parecer pro médico das redes sociais que ele tem apontando post por post Qual que é a irregularidade e quais são os acertos e nesse parecer ser nós também eh eh delimitamos descrevemos o que que pode ser feito Quais as sugestões que vão estar alinhadas a nova resolução o que que não pode jamais ser feito E aí o médico leva esse parecer pro marketing e o marketing vai fazer esse esse post esse conteúdo de acordo
(55:17) com aquele com as regras que estão ali bem Claras no parecer Então essa dobradinha é muito importante legal e e Giovana até pra gente caminhar pro finalzinho já como é que você vê essa questão do futuro da publicidade médica no Brasil considerando essas tendências considerando essa resolução nova O que que você enxer edon acho que no futuro vai ser assim a gente vai caminhar por aqui olha veio agora com a pandemia questão da da telemedicina dos atendimentos online virtuais expandiu demais as tecnologias acho que que a
(55:53) inteligência artificial na medicina nesse ponto você pode até me falar melhor sobre as tendências na na publicidade o que que isso pode oferecer né Quais são as vantagens que o médico terá daqui alguns anos em relação a essas novas tecnologias Mas eu vejo que os princípios da Medicina eh o que Hipócrates lá muitos anos já apregoava que é o dever de sigilo de confidencialidade de Transparência com paciente e esses valores né éticos nunca vão sair de moda nunca Agora você me conta Quais são as tendências de Publicidade Aí eu
(56:35) conto que que a gente vê como tendência para esse ano né principal delas é o uso da Inteligência Artificial aplicada à estratégias de má né eu falo Inteligência Artificial seja da produção de texto em conteúdo seja na produção de áudio seja na produção de vídeo tem um vídeo muito legal no nosso perfil onde tem el Eu dividi a tela em dois um deles sou eu falando um deles não sou eu falando é um texto que eu escrevi e criou um Edson lá feito por Inteligência Artificial né Então olha só que legal a gente sabe que um dos medos receios
(57:12) dificuldade que às vezes o médico tem é de gravar vídeo Edson como é que eu vou gravar vídeo eu não gravo vídeo ou porque eu não quero porque eu tenho vergonha porque eu não tenho tempo e a gente tá acredita que pode ser uma das grandes t aí o médico começar a gravar vídeo sem gravar vídeo utilizando Inteligência Artificial né a gente aqui não tem explorado muito esse universo tem feito alguns testes e tem tido resultados legais então principal tendência para 2024 na área de marketing médico é o uso da inteligência
(57:43) artificial para facilitar para potencializar e os resultados de marketing médio Então é isso é que a gente vai explorar esse ano inclusive viu jov é explorar YouTube as lives Instagram Eh toda essa proximidade o médico tem 1000 oportunidades hoje explorar também que que essa resolução permite mas essas questões eh pessoais do médico de modo que ele possa se conectar mais com o paciente então ele pode expor de forma mais transparente a a sua opinião eh o seu sentimento sabe trazer essa conexão mesmo para aproximar aquele possível
(58:23) aquele potencial paciente desse médico é super importante ov tenho três perguntinhas aqui para finalizar contigo tá a primeira delas é qual que é o pior conselho que você já ouviu sobre direito na área médica eu aconselho que eu já ouvi de algum advogado ou de algum pode ser de algum advogado de algum médico de alguma agência de marketing também tá valendo viu Hum eu ainda fico F com as questão da das imagens de que a venda de imagens é a melhor solução o antes e o depois pra publicidade e eu tenho certeza que não é
(59:07) isso vai depender de qual público você quer atrair paraa sua loja pro seu consultório se você quer atrair né aqueles pacientes que são exigentes que só pensam no resultado que pensam na perfeição talvez esse seja o caminho para você agora se você é um médico que principalmente não trabalha com a com a parte estética e você quer que aquele paciente seja corresponsável pelo tratamento que ele seja responsável também por tudo aquilo que ele está contratando Eh aí eu acho que você precisa fazer uma uma publicidade mas
(59:42) adequada você não precisa postar a foto do paciente gente publicidade Não é só isso é você ter um bom relacionamento com o paciente é você cultivar a experiência é você se posicionar né posicionar gosto muito dessa palavra fortalecer o seu posicionamento trazendo autoridade isso pode ser feito de diversas formas eh postando uma uma palestra algum evento algum artigo científico que você escreveu mostrando conhecimento isso pode ser feito de vários modos eu acho que eu tenho certeza acho não que eh Postar imagens
(1:00:20) assim é uma partezinha que talvez esteja mais associada à área da da estética mesmo ô ô Giovana me fala uma coisa qual que é o conselho que você daria aí para médico que não tem advogado fo um médico uma clínica um hospital que não tem não tem um advogado não tem um escritório que que acessório que acompanha sempre aquilo que eu disse fazer a leitura do código de ética médica porque ali estarão todas as premissas édico eh a sua publicidade e todo o seu a sua conduta no no decorrer da atividade profissional ler também a
(1:00:58) resolução a nova resolução do do Conselho Federal de Medicina e estar sempre atento acho que às novidades do Mercado mas sem perder de vista o pé no chão sem perder de vista o pé no chão e se você tiver uma intuição eu sempre vou muito pela intuição se eu tô com uma dúvida entre postar ou não postar não poste Esse é o meu conselho Não poste porque pode dar um eu elind denca super importante Mimo advogado esito não tiver pelo menos F esses pontos Aé ex agora .
(1:01:58) milhões de buscas por minuto Se você pudesse trocar aquele logo do Google por um minuto O que que você colocaria lá no lugar para todo mundo ver ética ética ética na publicidade Parabéns Obrigadão foi muito legal esse bpo gostei PR caramba de você acho que asações você troue a maneira como você falou os exemplos que você foi citando bem legais foram bem eh práticos assim você deu dicas realmente assim concretas que quem escutar consegue colocar em prática aí eu vou te fazer uma pergunta também né Eu entendo um pouco da publicidade na área eh médica eu não sei como que no
(1:02:41) direito mas será que você pode falar um pouquinho sobre o seu trabalho sobre o seu escritório O que que você atende como é que você ajuda os médicos claro eu eu iniciei Edson a minha jornada profissional eh atuando em favor de pacientes foi num demanda de um de um contra um laboratório em que havia ali um alegado erro de diagnóstico e nós conseguimos provar que houve uma falha mesmo no diagnóstico que atrasou o tratamento de saúde da minha cliente né que ela tinha câncer e aí conseguimos obtivemos uma indenização vieram outros
(1:03:15) pacientes e naquela época corria muito no Boca a Boca e isso foi me despertando o interesse já que na faculdade de direito a gente não tem uma cadeira específica de direito médico da Saúde eu fui pro Google falei Poxa deve ter alguma especialidade que se propõe a estudar essas relações de saúde e aí eu comecei a colocar as palavras chave ali no Google e encontrei direito médico direito da Saúde fui fazer uma uma especialização e consegui fazer essa especialização E aí comecei a fazer Network também no Brasil inteiro e nessa
(1:03:53) especialização eu vi que a proposta de não tratar apenas eh a o direito né nessa parte extremamente judicializada Mas você atuar na parte preventiva para prevenir danos e aí eu falei poxa eu posso ser um agente aqui de transformação da saúde para minimizar danos e não apenas para reparar danos e essa aí essa minha trajetória foi assim foi daí que eu fiz minha transição de carreira para advogar para médicos respeito muito quem advoga para pacientes porque realmente existem falhas que precisam ser reparadas isso a
(1:04:33) gente não pode colocar para debaixo do tapete mas agora eu tô atuando me posicionando em prol dos profissionais da saúde das empresas de saúde e a gente também eh Atua em vários âmbitos aqui nós temos as assessorias a assessoria preventiva nessa assessoria preventiva eh vários serviços são desempenhados geralmente a assessoria ela dura ali de 6 meses a 12 anos ou mais porque tem empresas que são grandes e precisam sempre continuamente de uma de uma empresa né de uma Assessoria Jurídica de uma equipe e nesses serviços a gente
(1:05:12) inclui todas as questões documentais então a gente elabora toda a documentação ou a gente reescreve tudo termos de consentimento livre esclarecido contrato de prestação de serviços termo de de quitação e termo de notificação de renúncia ao atendimento e abandono de tratamento então a gente trata de toda a documentação e também a gente faz o alinhamento da publicidade tá da questão da lgpd também é vista dentro da da assessoria e está incluso ali eventuais defesas né se o médico tiver algum problema judicial já tá incluído na
(1:05:51) Assessoria sua defesa ou perante o CR m ou perante o poder judiciário a depender do plano que ele for contratar E aquele negócio Assessoria você fica ali à disposição do do médico né acontecendo alguma coisa porque as coisas em saúde acontecem repentinamente uma complicação do paciente assim a gente sabe que pode acontecer do dia paraa noite então o médico me liga Giovana tô com um dilema sim ético não sei o que que eu faço eh que que você me orienta a escrever aqui eh nesse prontuário qual descrição eu devo firmar aqui para que eu não tenho
(1:06:28) problema posteriormente como que eu vou responder nessa ouvidoria do hospital então a gente dá além de toda a documentação esse direcionamento e o treinamento também pra equipe no que tange a parte de de privacidade proteção de dados a necessidade da ética né das relações com os pacientes a gente faz esse treinamento Essa é a Assessoria Assessoria é mais completa e tem as consultorias se o médico ainda não tiver é se o médico não tiver preparado Ah não quero tudo assim não tô precisando agora se não for o momento dele ele pode falar
(1:07:04) não só quero resolver a parte dos meus documentos Então eu quero que você Elabore toda a minha documentação preventiva a gente faz ou quero que você eh arrume a minha publicidade aqui na minha clínica ou só quero a lgpd ou Quero resolver uma questão tributária a gente faz aí as consultorias elas são mais pontuais ou quero ser defendido nesse processo sabe então aí ele contrata separadamente Então você na verdade você ajuda o médico antes durante e depois e depois dá até para fazer um post assim né dá fazer assim antes e depois da da
(1:07:44) assessoria preventiva antes e depois e para quem quiser te acompanhar quem quiser seguir você qual que é o seu Instagram Instagram @ Geovan atrade underline eu tô no no Instagram aí o meu site é é trade e cavalcante.com.br lá no site também tem a descrição de todos os nossos serviços O que que a gente faz tem informações bem completinhos pro pro médico que quiser dar uma espiada lá Giovana Obrigadão você é 10 quero te conhecer pessoalmente aí agora quero que você venha aqui na ui para conhecer também vem já tá convidad
(1:08:23) simo convidad diso intimado intimado meu Deus ó Gostei muito dessa conversa Gostei desse bate-papo eh obrigado por ter aceito esse convite agradecer o Jean nosso amigo que fez essa ponte aí entre entre a gente né ele é ele é um querido também a gente gosta muito dele Jean climan citado aqui no podcast né e é isso bom quer falar mais alguma coisa no finalzinho acho que é isso a gente já conseguiu pensar aqui nesse bate-papo todas as informações mais necessárias preciosas daria pra gente conversar mais porque a resolução é grande assim tem
(1:09:03) outros pontos aqui dignos também de de atenção mas eu acho que o essencial foi foi dito foi transmitido para vocês Se tiverem também qualquer dúvida pode me procurar aqui que eu fico à disposição eu vou facilitar a vida dos médicos se tiver alguma dúvida procura a Geovana pronto perfeito

Fale conosco

Fale agora mesmo com um especialista em marketing para médicos, clínicas e consultórios.

Cursos de Marketing Médico

Mais dicas de Marketing Médico

edson-da-we-marketing-medico
Edson Medeiros

WE Marketing Médico

Edson da WE Marketing Médico

Olá doutor(a), tudo bem? 👋
Preencha seus dados e vamos conversar pelo WhatsApp!

12:41